Burundi Foto

Guia de condução do Burundi

Burundi é um belo país único. Explore tudo isso dirigindo ao obter sua Permissão Internacional para Dirigir

2021-07-26 · 9 minutos.

A aventura espera no Burundi para o viajante intrépido. Como um dos países mais famosos da África, Burundi contém de tudo, desde ruas e cidades movimentadas, portos de pesca tranquilos, desertos sem fim e montanhas majestosas. A variação do terreno do Burundi o torna um lugar perfeito para aventureiros, e suas muitas áreas que permaneceram inexploradas aumentam a emoção e o mistério desta nação africana.

Burundi é conhecido por sua estrutura de ruas e níveis mais baixos de associações a acidentes de trânsito. A ênfase do país no turismo atrai viajantes de todo o mundo. Antes de ir para este país, tente aprender algumas dicas sobre como dirigir no Burundi hoje. Por um lado, verifique se o país exige a Permissão Internacional de Motorista (PID). O objetivo deste guia é supervisioná-lo na aquisição da licença e manter sua condução no Burundi nos trilhos.

Como este guia pode ajudá-lo?

Tente organizar sua viagem com antecedência no caso de você decidir viajar para cá. Este guia fornecerá todas as informações que certamente farão de sua excursão ao Burundi uma experiência inesquecível. Esse conhecimento incluirá como obter uma ótima visão do país usando um carro, o melhor itinerário de direção no Burundi, dirigir nas fronteiras do Burundi e oportunidades como empregos de motorista no país. Antes de dirigir no Burundi, coloque-se em quarentena por pelo menos duas semanas.

Para tornar o seu conhecimento sobre as regras de condução do Burundi robusto, este guia abrangente também incluirá algumas dicas úteis sobre a condução nas regiões do Burundi. Ele se concentrará particularmente em detalhes envolvendo dirigir em locais do Burundi, consequências de dirigir sem carteira e diretrizes de dirigir no Burundi com a ajuda da Associação Internacional de Motoristas (IDA). Portanto, se você deseja dirigir sem problemas no Burundi, agora é a hora de ler todas as informações abaixo.

Informações gerais

Tutsis e Hutu são os grupos étnicos generalizados do Burundi, com os primeiros compreendendo a grande maioria da população do Burundi e os últimos formando uma minoria significativa. Outras comunidades presentes no país incluem o povo de língua suaíli da República Democrática do Congo e da Tanzânia e os pigmeus Twa. As variações físicas na aparência das pessoas desses diferentes grupos são resultado principalmente das atividades de casamentos que acontecem no país há séculos.

Localização geográfica

O país da Tanzânia é o que faz fronteira com o Burundi a leste; Lago Tanganyika a sudoeste; Ruanda ao Norte; e a República Democrática do Congo a oeste. Burundi é coberto por uma cadeia de altos planaltos e montanhas que surgiram das rochas pré-cambrianas do Monte Heha, que é o pico mais alto do país. O rio Rusizi é o que separa o país da República Democrática do Congo.

Línguas faladas

Bantu e rundi são as línguas oficiais no Burundi, e a maioria dos habitantes locais do país os usam como meio padrão de comunicação. Os principais grupos étnicos de tutsis e hutus podem falar as línguas rundi e bantu. Outra língua falada por uma minoria da população do Burundi é o francês. A língua de comércio chamada Swahili é outra língua falada pela capital do país, Bujumbura.

Como os moradores do Burundi não podem falar o idioma inglês em um nível de conversação, a comunicação com os moradores é bastante difícil para os viajantes que falam inglês. No entanto, aprender sobre seus outros dialetos é uma excelente maneira de resolver isso e mergulhar na cultura do país. Antes de sua viagem, você pode facilmente aprender palavras da internet que certamente o ajudarão durante suas férias.

Área de pouso

A área total do país é de 27.834 km2. A vegetação florestal natural não é mais visível na paisagem do Burundi, mas ainda pode ser observada cobrindo as encostas das montanhas mais altas. As savanas abertas são proeminentes nas encostas mais baixas de planaltos e savanas florestais nos terrenos de elevações de planaltos mais altos. A diversidade da vida selvagem do país teve um preço devido às atividades de caça furtiva presentes no país.

História

De 1885 a 1916, Burundi foi considerado uma colônia alemã. Depois, os alemães deixaram o país e a Liga das Nações enviou os belgas para entrar como novos colonizadores do país. Na década de 1930, os belgas começaram a dividir as comunidades étnicas do país criando associações tribais para reinar com mais conforto. É nesse período que o status social se torna proeminente e há uma clara distinção entre os latifundiários e os agricultores.

Os latifundiários do país eram chamados de tutsis, enquanto aqueles que estão frequentemente envolvidos em atividades agrícolas eram chamados de hutus. Não só a distinção entre hutus e tutsis é proeminente em termos de construção social, mas o governo do país também favoreceu os tutsis sobre os hutus. Os tutsis receberam mais privilégios, como bolsas de estudo e melhores oportunidades de emprego do que os hutus

Foi na década de 1950 que os movimentos rebeldes contra os belgas foram instigados pelos africanos instruídos. Esses intelectuais, juntamente com pessoas de outras nações, passaram a combater a opressão provocada pelo movimento de colonização belga. Com essa rebelião dos africanos, o sistema de colonização belga começou a vacilar e a aparente hierarquia no país foi erradicada.

Governo

O país do Burundi tem um governo do tipo República. Suas constituições defendem temas como acordos e tratados internacionais; partidos políticos; deveres do cidadão e do indivíduo; soberania e estado do povo; Direitos humanos básicos; e o judiciário independente. Os três ramos de seu governo incluem os poderes executivo, legislativo e judiciário.

O Poder Executivo é chefiado pelo Presidente e tem mandato de cinco anos. Uma das responsabilidades mais importantes do Presidente é a nomeação de um juiz e tarefas executivas do governo. A mais alta corte do país é a suprema corte sob o poder judiciário, e os juízes nomeados não têm limite de mandato. O Senado é a autoridade do poder legislativo e é responsável pelas tarefas de formulação de políticas do país.

Turismo

Burundi é uma das poucas nações africanas cujas fronteiras terrestres e marítimas foram colonizadas por invasores. Por esta razão, a cultura neste país é muitas vezes considerada pura do ponto de vista cultural, e muitos aludiram a ela como um reino histórico. Comparado a outras nações africanas, o Burundi tem um tamanho pequeno, tornando a atividade de dirigir ideal para visitar diferentes atrações e experimentar as coisas que o país tem a oferecer.

Os costumes, a língua, a história e a herança islâmica do Burundi fazem da nação parte integrante da comunidade cristã mais ampla, onde a maioria da população é identificada como católica romana. A maioria das pessoas que residem neste país são muito amigáveis e há muitas atrações maravilhosas para você visitar. A nação é mais famosa por seus moradores felizes que são conhecidos em todo o mundo por suas performances de bateria para celebrar a vida em geral.

O clima do Burundi é influenciado principalmente pelo fator de elevação, que dita o clima tropical do país. A alta altitude do governo cria uma atmosfera relativamente fria, com média de cerca de setenta graus ao longo do ano. Esses principais elementos que constituem o clima do país influenciam a agricultura argelina e muitas outras atividades sazonais. O clima ameno do país é um dos fatores que atraem as pessoas a visitarem o Burundi.

Vistos Especiais

Os visitantes que planejam entrar na África devem possuir um passaporte válido por meio ano após a data de decolagem proposta, juntamente com documentos de viagem pertinentes, fundos adequados para o período de sua estadia e comprovante de acomodação. Se não for muito incômodo, você também deve certificar-se de ter várias páginas de visto disponíveis em seu passaporte. O país exige pelo menos três páginas em branco se você visitar mais de uma nação.

Além do passaporte válido, uma certidão de nascimento integral é um documento exigido para viajantes menores de 18 anos ao entrar, transitar ou sair de Botsuana e África do Sul. Uma tradução juramentada autenticada no idioma inglês deve ir junto com todos os documentos de viagem que estejam em idiomas diferentes do inglês. As taxas de passagem de fronteira estão presentes no Burundi, e essas taxas estão aumentando continuamente.

Perguntas frequentes sobre deslocados internos

Viajar por uma nação estrangeira no conforto de sua própria agenda tornará sua viagem mais divertida, em vez de ser um inconveniente. Alugar um veículo é uma forma de você conseguir esse conforto. Dessa forma, uma pergunta importante que você deve fazer a si mesmo antes de dirigir em um país desconhecido é se a administração espera que você adquira o IDP. No caso desta nação, dirigir no Burundi hoje como turista não será possível sem esta permissão crucial. Conheça os melhores destinos de viagem do mundo com a ajuda da Permissão Internacional para Dirigir.

Ter o IDP com você garantirá uma excursão segura e tranquila para um país estrangeiro. A presença da carta de condução internacional válida permite conduzir nas cidades e zonas rurais do Burundi um encontro agradável. Obter esta permissão é simples e sem problemas, pois deve ser possível sem esforço online com a assistência da International Drivers Association (IDA). Para saber mais sobre o processo de solicitação da permissão, continue lendo para garantir uma condução simples e tranquila no Burundi como turista.

Quem precisa de um IDP?

Se você viaja para o exterior o tempo todo, não deve ser segredo para você que o IDP é um dos documentos cruciais para levar, especialmente se você planeja dirigir no país. Ao dirigir no Burundi, um mapa não é apenas o material de condução importante que você deve carregar, mas também o IDP. É uma interpretação de sua carteira de motorista comum e licencia especialistas de bairro do país para avaliar se você é qualificado para dirigir nas ruas ou não.

Se você planeja aproveitar oportunidades para dirigir no Burundi, agora é a hora de aprender sobre o IDP. Ele pode ser carregado junto com sua carteira regular para que você ainda possa dirigir enquanto solicita a carteira de motorista nativa no país. A licença permite que você dirija confortavelmente, em oposição ao incômodo causado pelo uso de transporte público. O equivalente pode ser dito para aqueles que pretendem residir no país por mais tempo ou permanentemente.

A carteira de motorista local é válida no Burundi?

Dirigir em uma região do Burundi com sua carteira de motorista nativa não é suficiente se você tiver planos de operar um veículo. Se você é um turista, por exemplo, se você estiver dirigindo no Burundi como coreano, você deve adquirir uma carteira de motorista internacional ou IDP como documento de apoio. A referida licença permite-lhe aceder a diferentes rotas de condução no Burundi, mesmo que não tenha a licença nativa do país.

No caso de dirigir no Burundi como turista do Reino Unido, sua licença nativa permitirá que você dirija no país por seis meses. Após a referida duração, ao conduzir no Burundi com a carta do Reino Unido, a autorização regular deve ser acompanhada pelo IDP. O IDP ainda permitirá que você dirija enquanto estiver solicitando a licença nativa. Para garantir uma condução manejável no Burundi, um mapa pode ser uma ferramenta útil para navegar por suas estradas confusas. Além disso, dirigir no Burundi com o código postal do local que você deseja visitar pode ser útil.

Preciso de um IDP nas cidades e distritos do Burundi?

Para a maioria dos estrangeiros do país, a resposta é sim. Seja você um turista que está no país a negócios ou de férias, o IDP é um documento essencial para você carregar. Burundi é um dos países que seguem a Convenção de Genebra de Trânsito Rodoviário, então é melhor ter um IDP de 1949. A posse desta licença permite-lhe conduzir nas estradas do Burundi. Lembre-se de que esta permissão não substitui sua carteira de motorista local. Assim, ao dirigir um veículo como turista no Burundi, certifique-se de levar o IDP e sua licença nativa.

O IDP também é essencial para quem pretende morar no Burundi e pretende aproveitar a oportunidade de ser motorista no país. Digamos que, se você for um estrangeiro dirigindo no Burundi vindo do Japão, o IDP, juntamente com sua carteira regular, ainda permitirá que você dirija. Depois, você deve solicitar uma licença local do Burundi para continuar dirigindo nas cidades do Burundi. Você deve solicitar a licença local, que exige um exame teórico e um exame prático.

Quando usarei meu IDP?

O IDP é geralmente usado por turistas que planejam dirigir nas estradas de um país estrangeiro. Se você estiver dirigindo no Burundi com sua carteira de motorista local, você deve possuir esta permissão, pois ela não substitui a carteira de motorista do país. Os dois documentos devem ser carregados juntos o tempo todo, pois um é considerado inútil sem o outro. Para não estragar o seu itinerário de condução no Burundi, o IDP deve estar sempre consigo.

O IDP é usado como uma interpretação da sua carteira de motorista local. Se você decidir ficar no país por um longo período de tempo, o IDP e sua licença regular ainda permitirão que você dirija enquanto solicita a licença nativa do Burundi. A permissão também impedirá que você seja chamado pelas autoridades locais do país se você estiver dirigindo nas fronteiras do Burundi para viagens interestaduais ou intermunicipais.

Quem pode solicitar um IDP?

Todos os motoristas com carteira de motorista válida podem solicitar um IDP. Ao dirigir em locais do Burundi, a permissão é crucial se você quiser dirigir nas estradas deste país. Portanto, você precisa obter uma licença local do seu país de origem antes de solicitar um IDP. No caso de uma pessoa portadora de uma licença de estudante, você não pode receber um IDP. Tenha em mente que esta licença é apenas uma tradução de sua licença nativa.

Por causa do IDP, os aplicadores que não falam inglês no país que você visitará podem avaliar rapidamente se você é competente para dirigir ou não. Caso você esteja preparado para solicitar um IDP para aproveitar seus tempos de condução no Burundi, visite a página de inscrição da International Drivers Association e escolha um pacote IDP que se relacione com a legitimidade do seu IDP. Aqui estão os pré-requisitos para sua inscrição:

● Cópia do passaporte (se necessário)

● Carteira de habilitação válida emitida pelo governo

● Foto sua em tamanho de passaporte

Quando posso solicitar um IDP?

Saber se a nação que você visitará requer um IDP é uma coisa primária que você deve fazer antes de solicitar a licença. Se você planeja dirigir no Burundi, coloque-se em quarentena primeiro e sempre leve o IDP e sua carteira regular enquanto estiver dirigindo. Candidatar-se a esta bolsa não tem tempo determinado.

A International Drivers Association dá uma preparação rápida desta licença. Em um intervalo de duas horas, eles já poderiam conceder, que você pode baixar e imprimir para dirigir um veículo. Então, comece a visitar o site de condução no Burundi da IDA agora para se inscrever.

Por quanto tempo um IDP é válido?

A validade de um IDP pode afetar o custo do seu aplicativo. A validade mais limitada se você adquirir o seu na International Drivers Association é de um ano. Há pacotes de dois e três anos também. Lembre-se de que, ao usar o IDP, sua carteira de motorista regular também deve ser legítima por pelo menos um ano. O IDP é inútil se sua permissão habitual tiver um período de legitimidade inferior a um ano.

Ao escolher a validade do seu IDP, sua motivação para viajar deve ser o ponto focal da sua inscrição. Um IDP de um ano é suficiente se você tiver apenas um pequeno itinerário de carro no Burundi para uma excursão e não viajar para outro país nos três anos seguintes. Caso pretenda viajar para o estrangeiro duas vezes por ano durante os três anos seguintes, um IDP de três anos é o melhor pacote a adquirir. Um IDP com validade mais estendida é proposto para excursões mais longas.

Um IDP substitui sua carteira de motorista nativa?

Não. É imperativo lembrar que o IDP não substitui sua licença local. Como mencionado acima, quando você estiver dirigindo no Burundi como turista coreano, sua carteira regular deve sempre ser acompanhada pelo seu IDP. O IDP servirá como um documento para permitir que as autoridades locais do país vejam se você é um motorista competente. A validade da licença é de um a três anos e deve ser acompanhada de sua licença regular que também deve ser válida.

Quando você obtém seu IDP da Associação Internacional de Motoristas, atualmente você tem permissão para viajar para 200 outras nações em um veículo além do Burundi. O IDP traduz sua licença local em 12 idiomas. Assim, quando a polícia de trânsito que não fala em seu idioma pede para você exibir sua carteira de motorista padrão, o IDP funciona essencialmente traduzindo tudo o que está escrito em sua carteira padrão.

O que faço se perder meu IDP?

Se você perder seu IDP em um país estrangeiro, será necessário obter um novo para poder continuar dirigindo. Felizmente, a International Driver's Association (IDA) pode resolver facilmente esse problema, fornecendo rapidamente uma substituição do seu IDP perdido. O envio do novo IDP para sua localização exata também é possível no IDA. . Basta ligar para o atendimento ao cliente da empresa para que eles entreguem seu IDP substituto em sua casa.

Alugar um carro no Burundi

Explorar confortavelmente um belo país é algo que muitos viajantes estão tentando alcançar. Isso pode ser facilmente alcançado alugando e dirigindo seu próprio carro. Isso não apenas tornará sua excursão um passeio no parque, mas também economizará energia e o tempo geralmente associado a seguir um cronograma apertado.

De qualquer forma, como você pode alugar um carro no Burundi como turista? Não se preocupe mais, pois este guia fornecerá informações valiosas sobre aluguel de veículos para que você possa aderir religiosamente ao seu itinerário de carro no Burundi.

Empresas de aluguel de carros

O processo de aluguel de carros no Burundi pode ser feito de várias maneiras. Uma delas é por meio de serviços de aluguel de carros online que podem ser acessados em seu computador, onde você pode reservar o veículo desejado antes da viagem. Outra alternativa é procurar uma locadora de veículos que esteja presente na região que você vai visitar. Entre os dois, reservar um carro online é uma escolha mais conveniente e popular para os turistas

Entre os serviços online disponíveis na internet, o Kayak tem se destacado como um dos melhores provedores de locação de veículos. Esta conceituada empresa de aluguer de automóveis existe há muitos anos e é frequentemente considerada uma inovadora no mercado estrangeiro de aluguer de veículos, oferecendo aos seus clientes os preços mais baixos do mercado. Esta empresa conta com uma equipe cordial com a qual você pode entrar em contato e tirar suas dúvidas sobre suas visitas a esta linda nação.

Documentos necessários

Embora as organizações de aluguel geralmente não verifiquem se os turistas alugados têm um IDP, isso representará negativamente um problema se você for capturado pelos executores do bairro ou se se envolver em um acidente de carro ou qualquer contratempo relacionado ao trânsito. Assim, é imprescindível verificar os pré-requisitos e padrões da cooperativa especializada em aluguel antes de viajar. Existem pré-requisitos explícitos de permissão de condução para aluguel de veículos no país.

Em geral, uma carteira de motorista regular e um IDP são os formulários padrão necessários para esses agentes de trânsito locais. Além disso, lembre-se de que nem todas as pessoas podem alugar veículos no Burundi. Seus registros devem estar completos e você deve estar em uma idade específica, pois o país exige um limite de idade. Ser-lhe-á solicitado regularmente o seguinte antes de se qualificar para o aluguer de veículos:

  • Um passaporte válido
  • Pagamento de taxas de aluguel com cartão de crédito válido
  • Uma carteira de motorista (condução) válida e uma carteira de motorista nativa devem acompanhar uma Permissão Internacional para Dirigir se você for um turista
  • Um limite mínimo de idade em que os motoristas devem ter pelo menos 21 anos ou mais. Muitas agências estabelecem um limite de idade para aluguel de carros entre 70 e 75 anos.

Tipos de veículos

Um veículo confortável, econômico e confiável pode ser fornecido a você pela locadora certa. As empresas de aluguel de Burundi têm um grande número de opções para escolher. Um carro conservador é ideal para você se você for dirigir sozinho no Burundi, e um SUV provavelmente seria melhor se um grande grupo de pessoas o acompanhasse. Então, novamente, caso você esteja acostumado a dirigir um carro automático, você teria sorte de não escolher um veículo com transmissão manual.

Como há muitas opções de carros para você, é prudente planejar com antecedência. Você pode descobrir muitos veículos de várias classes, como Econômico, Mini, Luxo, Compacto, SUV de tamanho completo ou Automatizado de tamanho completo. O veículo de aluguel mais popular é o Dacia Logan. No entanto, os veículos caros alistam as administrações não são bizarros para as organizações de aluguel próximas do Burundi.

Requisitos de idade

Dirigir no Burundi é uma atividade que pode ser realizada por maiores de 18 anos. No entanto, muitas empresas de aluguel de carros exigem uma idade de pelo menos 21 anos antes que os clientes possam realmente alugar um de seus veículos. Outras organizações de aluguel exigem uma idade base de 23 anos. Outras organizações de aluguel podem esperar que você tenha 27 ou 28 anos se estiver inclinado a alugar modelos de veículos caros.

Além disso, o requisito de idade mais alto para pessoas que desejam alugar um carro muda para muitas empresas de aluguel. No entanto, na maioria das vezes, eles permitem que pessoas de 70 a 75 anos aluguem um carro com eles. Outro pré-requisito para a maioria das locadoras de veículos é a posse de seguro de carro, o que é vantajoso caso você sofra algum contratempo durante a condução. A maioria das organizações de aluguel de veículos também pode fornecer serviço de motorista.

Custo de aluguel de carro

Para alguns viajantes, o custo é um fator enorme a considerar ao alugar um veículo no Burundi. Certifique-se de obter o arranjo ideal sem sacrificar sua experiência de condução. O aluguel de carro neste país é muito barato e você pode aproveitar um serviço que custa US$ 6 para um veículo aceitável. Outras organizações de aluguel no Burundi oferecem até um serviço de oito dólares, e isso já inclui um motorista próprio.

Com um veículo alugado no Burundi, você pode visitar seus conhecidos locais turísticos. Para economizar dinheiro com isso, tente reduzir completamente suas despesas com combustível alugando um veículo que exija Euro diesel. O Euro diesel é mais amigo do ambiente, o que lhe permitirá percorrer distâncias significativas com um menor consumo de combustível. Outra dica ao dirigir no Burundi, os provedores de aluguel de carros no aeroporto oferecem um preço mais baixo do que os mencionados acima.

Apólice de seguro de carro

Se você decidir dirigir um carro no Burundi, lembre-se de que o seguro de viagem não cobre possíveis danos ou roubos em seu carro alugado. Como tal, aconselha-se a contratação de um seguro abrangente ao alugar um veículo. Ao contrário dos provedores de aluguel de carros europeus, os estados africanos geralmente não exigem que seus clientes usem o seguro de carro alugado, mas ainda é ideal ter um, apenas por precaução.

Alguns seguros de viagem já protegem contra danos ao veículo, que não são cobertos pela proteção veicular da locadora. A maioria dos carros alugados no Burundi não são cobertos por seguro. Os locatários são responsáveis por danos ou acidentes que possam causar ao seu carro alugado. Por esta razão, as locadoras africanas geralmente exigem uma faixa etária mais alta de seus clientes e alguém que possua sua carteira de motorista há pelo menos dois anos.

Regras de trânsito no Burundi

Como visitante estrangeiro de um país africano, você deve estar atento às diretrizes e regulamentos essenciais de direção do Burundi. Isso evitará a possibilidade de ser chamado por policiais que podem impor punições caso você infrinja uma das regras de trânsito. Dedicar um tempo para conhecer ou ler sobre essas regras é a melhor maneira de evitar que tais ocorrências aconteçam.

Conduzir no Burundi tem uma história que é reconhecida por outras nações africanas como não sendo uma experiência agradável devido aos baixos padrões de condução no país.

Regulamentos importantes

Levar em conta as regras de condução de uma nação é importante para um estrangeiro de condução. Sua licença, por exemplo, pode determinar se você tem o consentimento para dirigir no Burundi. A este respeito, você não tem permissão para dirigir nas estradas do Burundi como estrangeiro se você não portar o IDP junto com sua licença nativa. Além disso, sua idade é outro fator que pode determinar se você está qualificado para dirigir. Além disso, é estritamente proibido dirigir sob a influência de drogas ou álcool.

No que respeita ao limite de idade para conduzir, se tiver menos de 18 anos, ficará automaticamente impedido de conduzir. Além disso, a nação implementa 70 a 75 anos de idade para seus motoristas como a faixa mais alta possível para dirigir. As leis sobre dirigir no Burundi são muito rígidas, pois isso pode causar acidentes potenciais ao dirigir um carro nas estradas do país. Você tem que respeitar e seguir todas as regras de condução do Burundi para garantir que você não se envolva em possíveis contratempos.

Dirigir bêbado

Esta nação não implementa medidas disciplinares para culpados de trânsito e motoristas alcoólatras. Infelizmente, não há restrições sobre dirigir embriagado no Burundi, e os habitantes locais parecem tirar proveito dessa disposição tolerante em relação a dirigir embriagado. Embora este seja o caso no Burundi, você, como estrangeiro, ainda deve ser disciplinado como motorista e praticar direção defensiva no Burundi para reduzir o risco de sofrer acidentes relacionados ao trânsito durante a condução.

Como mencionado acima, dirigir no Burundi tem uma história que é considerada desagradável por outras nações, e um fator que contribui para essa má reputação de dirigir do país é a clemência em relação ao álcool e direção. Se você é um motorista disciplinado, deve ser senso comum para você que um corpo que é influenciado pelo álcool apenas o apresentará a muitos perigos. Como tal, nunca ceda à prática de condução imprudente para evitar que tais perigos aconteçam.

Antes de dirigir

Antes de começar a pegar um mapa e dirigir no Burundi, você deve tentar demonstrar os melhores padrões de direção que são aceitáveis no país. O que é permitido e proibido difere de uma nação para outra, e é essencial entender as atividades que você pode realizar antes de entrar no banco do motorista. É necessário conhecer os princípios de condução no país para garantir uma condução segura no Burundi.

Sinais de mudança em uma interseção

Você experimentará inúmeras rotatórias em várias cidades e convergências de vias, que de vez em quando são limitadas por sinais de trânsito e, algumas vezes, não. Os motoristas que estão entrando nas rotatórias têm a opção de prosseguir. Você deve estar na esquerda ou talvez no caminho do centro antes de virar se planeja virar à esquerda.

Se você seguir em frente ou pretende virar à direita, é ideal para dirigir no lado direito da estrada. O direito de passagem é dado a caminhantes e ciclistas que atravessam ciclovias ou asfaltos no Burundi.

Estacionamento

Ao chegar, deixe seu veículo em um território seguro que tenha agentes de trânsito ou pessoas. Estacione seu carro em áreas claras se o território estiver escuro. Às vezes, as taxas de estacionamento são inevitáveis, então sempre traga seu dinheiro para possíveis despesas. Lembre-se de sempre trancar todas as portas do seu veículo e nunca deixar seus bens dentro do seu carro.

Certifique-se de que você e seu veículo estejam em boas condições antes de dirigir

Como motorista cauteloso, espera-se que você esteja livre de qualquer forma de libação alcoólica antes de dirigir. Indivíduos com problemas oculares são impedidos de dirigir, exceto se tiverem óculos que tornem sua visão adequada para dirigir. Além disso, certifique-se de que seu veículo esteja em condições aceitáveis verificando sua bateria, freios, pneus e motor. Além disso, tenha um volume de gás adequado para todo o seu passeio para evitar a necessidade de procurar um posto de combustível.

Normas Gerais de Condução

Ao dirigir, tenha cuidado e esteja sempre atento à rua e aos sinais de trânsito no Burundi. Nunca perca o foco enquanto dirige ignorando os sons do seu celular. Se isso for inevitável, estacione seu carro em um local seguro e permitido antes de verificar seu telefone. Além disso, lembre-se de sempre seguir o limite de velocidade imposto na rua. Por fim, esteja atento às taxas que você pode pagar ao longo do caminho, como pedágios ao dirigir no Burundi.

Limites de velocidade

Os limites de velocidade do Burundi são normalmente estimados em quilômetros a cada hora, e você deve sempre ser cauteloso o suficiente para não ultrapassar esses limites enquanto estiver dirigindo. Fazer isso garantirá que você não infrinja nenhuma regra de trânsito no país. Os limites de velocidade variam em diferentes territórios no Burundi. Um limite de velocidade de 60 km/h é evidente em áreas construídas, como vilas e cidades; 90 km/h em estradas de cascalho abertas; e uma restrição de 120 km/h é implementada nas auto-estradas.

Além de evitar possíveis punições por quebrar os limites de velocidade do Burundi, também é importante dirigir devagar e com cuidado para ter uma melhor visão do seu entorno, onde os sinais de alerta e de trânsito estão espalhados. Isso é particularmente ideal ao dirigir em territórios metropolitanos onde as ruas são mais apertadas devido ao maior número de indivíduos, o que reduzirá o potencial de ocorrência de acidentes automobilísticos. Da mesma forma, dirigir mais devagar é uma prática melhor para um turista.

Leis do cinto de segurança

Dirigir com segurança é uma atividade importante que deve estar sempre em sua mente se você for um novo viajante. O uso de cintos de segurança é obrigatório ao dirigir no Burundi. Também é obrigatório que todos os bancos do veículo tenham cinto de segurança. Se uma condição o impedir de usar o cinto de segurança, certifique-se de levar um atestado médico. Em caso de crise, é necessário manter um extintor de incêndio, dois triângulos de advertência e um pacote de assistência médica no veículo de forma consistente.

Padrões mais rígidos são implementados se você tiver uma criança em seu veículo. Assentos infantis apropriados devem ser usados para crianças entre 3 e 11 anos e medem menos de 1,35 metros. Além disso, uma criança deve ser posicionada no banco do passageiro da frente se tiver menos de 13 anos. De acordo com as leis do país, uma criança de um ano ou menos com peso de até 9 kg deve ser colocada no assento de segurança na parte traseira do veículo.

Direções de carro

Ao dirigir no Burundi a partir do aeroporto, um mapa pode definitivamente mantê-lo no caminho certo com seu itinerário. Para economizar tempo suficiente em sua aventura no Burundi, você precisa entender como entrar nas melhores estradas enquanto dirige nesta nação. Isso pode ser obtido simplesmente pedindo aos moradores locais do país, especialmente aos motoristas de transporte, pois eles são os indivíduos mais sólidos para solicitar esses detalhes. Outro método é investigar online um mapa da área que você irá explorar.

Sinais de trânsito

Os sinais de trânsito não são comuns nas ruas do Burundi. A presença desses sinais garante que o tráfego flua sem problemas e seja regulado. Como consequência, o padrão de condução neste africano não deixa nada a desejar. Os sinais de trânsito são numerosos apenas nas grandes cidades, e muitos deles são semelhantes aos dos países europeus. Há placas em suas estradas que são exclusivas para eles, e os motoristas provavelmente as encontrarão durante a viagem.

Para se distanciar estrategicamente dos problemas e sobrecarregar sua mente com o que eles significam, você deve, em qualquer caso, ter informações essenciais sobre eles para garantir uma excursão tranquila. A lista abaixo são as categorias gerais de sinais de trânsito que você deve saber antes de dirigir no Burundi:

  • Sinais de trânsito obrigatórios - não são sugestões, mas são usados principalmente quando necessário para realizar uma tarefa específica. Às vezes são chamados de sinais de informação ou de aviso, e devem ser seguidos rigorosamente e, como tal, são possivelmente os sinais de trânsito mais importantes no Burundi que você deve conhecer
  • Sinais de trânsito proibidos - são geralmente usados em todos os tipos de estradas do país. Eles são projetados para restringir certos tipos de veículos e certas manobras, como estabelecer limites de velocidade ou proibir inversão de marcha
  • Sinais de alerta - geralmente são vermelhos ou amarelos para alertar os motoristas sobre um possível perigo. Eles são projetados principalmente para alertar os motoristas sobre riscos potenciais à frente
  • Sinais de informação - são os sinais de trânsito mais usados no Burundi e geralmente fornecem informações gerais sobre a estrada em que um viajante está dirigindo
  • Sinais de trânsito prioritários - são projetados para esclarecer quem tem prioridade na estrada ou entroncamento à frente

Direito de passagem

Ao dirigir no Burundi, o lado correto da estrada é um detalhe muito importante que os viajantes devem conhecer. Na maioria das nações africanas, você tem o direito de passagem quando está dirigindo no lado esquerdo das ruas africanas. O mesmo pode ser dito para o país do Burundi. Além disso, o direito de passagem é dado aos indivíduos que estão atravessando uma faixa de pedestres, e sempre reduza a velocidade quando estiver próximo a uma. Em caso de ausência de semáforos, também é dada prioridade aos pedestres.

A idade de condução mais baixa permitida no Burundi e noutros países africanos é de 18 anos. No entanto, o caso é diferente ao dirigir um carro alugado de uma empresa de aluguel. A maioria das empresas exige uma idade de pelo menos 21 anos antes de alugar seus carros a um cliente. Além disso, um requisito de idade mais alto é procurado por essas organizações, caso você queira alugar um carro de luxo.

Você deve ter sua carteira de motorista por pelo menos dois anos antes de ser considerado qualificado para dirigir por essas empresas. Para atender a todos os requisitos para uma carteira de motorista do Burundi, os residentes do país devem passar no teste de direção teórico e prático no país. Os moradores locais devem ter pelo menos 18 anos para fazer o teste.

No caso de um turista que queira permanecer no país por mais tempo, ele também deve passar no exame no país. Ao fazer isso, é imperativo que você tenha seu IDP para que você ainda possa dirigir em suas estradas enquanto processa a licença nativa do Burundi.

Leis de ultrapassagem

Além da recentemente mencionada condução nas leis do Burundi, as ultrapassagens nas estradas do país têm regras a serem cumpridas por motoristas locais e estrangeiros. Para conhecê-los, leia as informações sobre ultrapassagens no país:

  • É proibida a ultrapassagem em lombadas, curvas, engarrafamentos, cruzamentos e cruzamentos de transeuntes
  • Ao conduzir no Burundi, a esquerda ou direita das bermas da estrada deve ser verificada pelo condutor antes de ultrapassar
  • Ultrapassar em zonas sombrias onde há visibilidade deficiente na estrada é altamente desencorajado
  • Mudar para outra faixa e ultrapassar em um ponto de ônibus também é restrito no país
  • É fundamental estar alerta ao ultrapassar em territórios interurbanos e metropolitanos. Possivelmente fazê-lo quando os turnpikes estão disponíveis

Lado de condução

Ao contrário da maioria dos países ao redor do mundo, você é obrigado a dirigir no lado esquerdo da estrada quando estiver no Burundi. Como tal, espera-se que seus assentos de condução estejam situados no lado direito do veículo. Se você é treinado no tráfego da mão direita, como no caso dos motoristas romenos, certamente achará difícil dirigir veículos burundineses. É, portanto, necessário que, antes de dirigir um carro burundinese, você pratique dirigir um carro projetado nesse sentido.

Etiqueta de condução no Burundi

Seguir os princípios de condução de uma nação estrangeira é imperativo se você quiser visitar o país por motivos comerciais ou pessoais. Você também deve mostrar consistentemente seu melhor comportamento ao dirigir um carro em suas estradas, respeitando as regras de trânsito. Esta é uma maneira segura de experimentar uma condução suave e evitar a possibilidade de ser confrontado pelas autoridades locais. Se uma situação inevitavelmente o apresentar aos agentes de trânsito, seja prudente o suficiente para seguir suas instruções.

Avaria no carro

Encontrar avarias no veículo é uma situação inevitável que você pode experimentar em uma nação estrangeira, e não é surpreendente não entrar em pânico. As avarias nos veículos são um problema enorme e podem arruinar todo o seu passeio se você não tiver a menor noção do que fazer quando for apresentado nesta circunstância. A seguir, uma lista informativa das coisas que você deve fazer quando estiver em uma condição bastante desagradável:

1. Torne o seu veículo o mais visível possível.

Para fazer isso, você pode acender as luzes de emergência para informar às pessoas que está enfrentando um problema de direção. Quando deixado em um local protegido e adequado, use sinais de aviso óbvios, como luzes de aviso, sinalizadores ou um triângulo de advertência para alertar qualquer pessoa sobre a presença de seu veículo. É mais sensato situar seu dispositivo de aviso a uma longa distância atrás de seu carro para obter a consideração de motoristas ou agentes de trânsito próximos.

2. Saia da rua.

Tente puxar seu veículo para longe da estrada com um alerta. Se você estiver preso no engarrafamento da hora do rush, escape do seu veículo e caminhe com cautela para outra área. Se você estiver dirigindo em uma estrada movimentada ou seu carro for deixado no acostamento, saia do lado do viajante. Quando você for o proprietário do carro, tranque-o e deixe uma nota contendo seu número de telefone no para-brisa se os policiais de trânsito pararem no seu carro. Se você estiver alugando, tente entrar em contato com sua locadora antes de sair e descansar em um local protegido.

3. Mantenha as entradas trancadas.

Se você estiver em uma área protegida onde as pessoas possam vê-lo, tente ficar parado dentro do seu veículo. Nunca abra as portas e mantenha o cinto de segurança preso e tente entrar em contato com alguém que você conhece ou com a locadora de veículos.

4. Exercite o estado de alerta.

É preciso ser cauteloso e exercitar a capacidade de decisão antes de pedir ajuda a pessoas de fora. Se você duvidar de moradores próximos que estão tentando ajudar, permaneça dentro do veículo e abaixe a janela o suficiente para que eles possam ouvir sua voz. Se a ajuda estiver a caminho, você pode recusar educadamente a ajuda de outras pessoas e agradecê-las.

Paradas da Polícia

Se as autoridades de trânsito locais o pararem, espera-se que você conheça os procedimentos apropriados a serem executados, especialmente quando for um visitante em um país estrangeiro. Ao enfrentar essas pessoas, é imperativo não se sentir ameaçado por sua presença e manter a calma o máximo possível. Lembre-se de que você possui direitos estabelecidos como motorista, que pode exercer quando apresentado em tal evento. No entanto, você deve ser cauteloso ao exercê-los.

Ao ser parado pelas autoridades de trânsito do país, diminua a velocidade, pare o carro e acenda as luzes de perigo. Se você cometeu uma infração de trânsito, o fiscal provavelmente irá abordá-lo e verificar suas autorizações de viagem, como seu IDP e carteira de motorista. Quando isso acontecer, responda cumprimentando respeitosamente o policial ou a polícia e mostre imediatamente seus registros de direção e indique o motivo da direção.

Como pedir direções

Se a sua intenção de visitar o Burundi é fazer negócios ou viajar, você deve estar ciente de que explorar um país estrangeiro pode ser uma tarefa difícil, especialmente quando você está dirigindo. Felizmente, os moradores do Burundi são de bom coração e muito complacentes com os turistas. No entanto, você ainda pode encontrar moradores nativos que geralmente estão ansiosos para ajudar os turistas, principalmente quando solicitam ajuda.

Para os falantes de inglês, seus medos são dissipados, pois os moradores do país são proficientes em falar o idioma em um nível de conversação.

Pontos de verificação

Ao dirigir um veículo nesta nação africana, às vezes é inevitável passar por postos de controle, principalmente ao passar pelas fronteiras. Como um país sem litoral, as passagens de fronteira terrestre são muito proeminentes nas estradas do Burundi. É típico que esses postos de controle sejam protegidos por agentes de trânsito e que eles parem e se aproximem de você para algumas perguntas ou procurem registros de direção antes de deixá-lo passar. Sempre mostre respeito e demonstre um comportamento apropriado.

Você pode cumprimentar rapidamente os agentes de trânsito e mostrar-lhes imediatamente seus registros. Quando eles tiverem perguntas sobre sua intenção de entrar na fronteira, responda educadamente com uma resposta honesta. Caso eles não sejam falantes de inglês, fale aos poucos para que eles possam entendê-lo. Da mesma forma, você pode usar um excelente aplicativo de tradução em seu celular para iniciar uma discussão mais descomplicada com eles.

Outras dicas

Saber como acessar as melhores estradas em um país estrangeiro é provavelmente a melhor maneira de explorar uma nação em um carro. Os motoristas de veículos de transporte são conhecidos por serem as melhores pessoas para pedir essas informações quando estão em turnê. Aproveitar a internet também é uma forma eficaz de encontrar as melhores estradas do país. Nesse sentido, você pode pesquisar facilmente um mapa da área que está visitando ou tentar procurar instruções de direção com a ajuda do google maps.

Condições de condução no Burundi

Um detalhe importante a considerar como viajante no Burundi é se é seguro dirigir nas estradas deste país. Ao dirigir neste país, espera-se que você encontre condições de tráfego diferentes das dos países ocidentais. Sendo um país sem litoral, o Burundi depende principalmente de suas estradas para viajar. A condução é considerada segura no país, mas muitas vezes é aconselhável cautela aos viajantes que dirigem em áreas urbanas, como a capital de Bujumbura.

As estradas desta nação são geralmente longas, largas, sem cascalho e com muito pouco tráfego, tornando as situações de direção bastante fáceis e gerenciáveis. No entanto, ainda é necessário demonstrar estratégias de direção de proteção caso você decida dirigir no Burundi. Como na maioria dos países, ainda é ideal para praticar uma distância segura de direção, estar atento aos sinais de trânsito e ter cuidado com animais selvagens que possam cruzar seu caminho.

Estatísticas de acidentes

Conforme relatado pelas mortes por acidentes de trânsito de 2018 da Organização Mundial da Saúde, as mortes relacionadas ao trânsito no país do Burundi atingiram 3.709 mortes. O número classifica o Burundi em 10º lugar no mundo com o maior número de mortes, com uma taxa de mortalidade ajustada de 43 por 10.000 indivíduos. Dados esses dados sobre o tráfego do país, os viajantes são frequentemente aconselhados a sempre serem defensivos ao dirigir nas estradas do Burundi.

Como a maioria das nações africanas, o maior número de acidentes de colisão de carros é registrado na capital do país. Observou-se que isso era atribuído à falta de rodovias de transporte duplo no país e à ausência de tolerância do país à direção embriagada. Infelizmente, apesar das várias campanhas pela segurança rodoviária, o país continua a perder muitas vidas devido aos acidentes rodoviários.

Veículos comuns

Como muitas outras nações ao redor do mundo, espera-se que os táxis estejam em grande número nas principais cidades do Burundi. Além dos táxis, outros meios de transporte que podem fornecer meios de locomoção são os carros de passeio, como micro-ônibus, caminhões-táxis e veículos de aluguel para quem deseja dirigir de forma privada.

Situação da estrada

Embora as estradas em comunidades urbanas mais proeminentes estejam geralmente em condições razoáveis, duas grandes preocupações sobre as estradas do Burundi são a falta de rodovias de transporte duplo, estradas que não são seladas por cascalho. O mesmo não pode ser dito em áreas rurais onde as estradas estão em más condições. Embora existam poucos veículos neste país, a falta de sinalização e avisos de trânsito contribui muito para os altos acidentes de trânsito relatados no país. Dirija com cuidado redobrado ao dirigir durante a estação chuvosa.

Cultura de condução

Como resultado da má formação de condução no Burundi, os condutores muitas vezes ignoram as regras e regulamentos de trânsito. Como resultado dessa condução imprudente, percalços relacionados à rua são experimentados no país. Outras más práticas de condução comparativas são vistas regularmente nas estradas do Burundi, e cabe a você, como turista, dirigir defensivamente como turista, se planeja dirigir no país com seu próprio veículo. Essa prática evitará que você encontre possíveis acidentes de trânsito.

Outras dicas

Outros detalhes importantes relacionados ao trânsito sobre a condução no Burundi são necessários se você quiser aproveitar sua viagem. Limites de velocidade são detalhes cruciais que você pode querer saber antes de começar a dirigir. Leia mais sobre eles com as informações escritas abaixo.

Eles usam Kph para exibir os limites de velocidade?

Quilômetros por hora é a unidade de velocidade padrão usada no país de Burundi. Os limites de velocidade variam em diferentes áreas do país. Como mencionado anteriormente, o limite de velocidade varia em outras áreas do país. Um limite de velocidade de 60 km/h é evidente nas vilas e cidades; 90 km/h em estradas abertas; e a restrição de 120 km/h é implementada nas autoestradas. A multa por quebrar esses limites de velocidade é inferior ao valor que você ultrapassou o limite de velocidade.

O que fazer em Burundi

Burundi é famoso por sua indústria de viagens consolidada e versátil, o que implica associações de aviões incríveis. Há uma série de atividades para fazer neste país africano subestimado, especialmente para pessoas que amam a natureza, a natureza, a aventura e a cultura do país. É o lar das dunas de areia mais altas do mundo, desertos mais antigos e culturas únicas que certamente despertarão seu interesse.

Se você encontrar o país como um local excelente e planeja ficar lá para um emprego, por exemplo, tentando conseguir empregos de motorista no Burundi, há certas coisas nas quais você precisa se esforçar para conseguir isso. Para ajudá-lo com seus planos futuros, leia atentamente as informações a seguir sobre como você pode realizar seu sonho de morar e trabalhar no Burundi.

Dirija como turista

De fato, todos os turistas com idade legal para dirigir podem operar um carro no Burundi, desde que você tenha os documentos essenciais. Se você tem planos de conseguir um emprego de motorista, verifique primeiro as últimas vagas de motorista no Burundi antes de solicitar a autorização de residência de trabalho e a carteira de motorista nativa. Uma dica na hora de solicitar a carteira de motorista, verifique quanto pagar para tirar a carteira de motorista do país e reveja as aulas de direção para passar no exame.

Trabalhe como motorista

No caso de você querer procurar emprego de motorista neste país africano, você deve verificar primeiro na internet as últimas vagas de motorista no Burundi e tentar se inscrever online. Assim que houver vagas de emprego, o próximo passo que você deve dar é solicitar uma autorização de residência de trabalho.

Ao adquirir a autorização de residência, certifique-se de solicitar a carta de condução do país. O principal requisito da carta de condução é o exame prático. Ao obter a carteira de motorista no Burundi, você precisa saber quanto pagar e como passar no exame de licença de pré-requisito.

Solicitar residência

O processo de obtenção de residência no Burundi é frequentemente descrito como um processo difícil e complexo. Os requisitos para a solicitação de residência no Burundi dependem de você ser um investidor, trabalhar ou aposentado. Apesar dessa variação no pedido de residência, existem vários aspectos que são considerados padrão.

A seguir estão os documentos padrão necessários para a solicitação de uma autorização de residência no Burundi:

  • Formulário de aplicação
  • Fotografias (4 peças)
  • Passaporte original
  • Cópia autenticada de qualquer documento de viagem, como passaporte
  • Evidência de seguro de saúde
  • Relatório médico
  • Certidão de habilitação policial

Outras coisas para fazer

Outras coisas podem ser feitas no país de Burundi no caso de você decidir ficar mais tempo ou permanentemente. Devido à sua beleza inegável, muitos se apaixonam e são atraídos para morar e trabalhar no país.

Como posso converter minha licença no Burundi?

Para que você ainda tenha a capacidade de dirigir no Burundi como residente permanente, você deve obter a carteira de motorista local do país. Os procedimentos para obter esta licença são praticamente os mesmos de outros países. Alguns dos pré-requisitos para sua aplicação incluem sua carteira de motorista nativa, visto, passaporte e sua carteira de motorista internacional. Você também deve passar no exame prático e teórico de direção do país para adquirir a licença.

Os melhores destinos em Burundi

O Burundi é visto como um paraíso africano por quem teve a oportunidade de visitar o país. Burundi é realmente um país incrível para se visitar, pois apresenta muitas atrações que atrairão pessoas de diferentes partes do espectro. Suponha que você queira que sua aventura no Burundi valha a pena, o ideal é alugar um carro para explorar suas atrações.

Este guia forneceu abaixo uma lista de destinos de veículos que você pode visitar. Ao dirigir no Burundi, um código postal do destino que você vai visitar pode ajudá-lo a encontrar facilmente esses locais

Bujumbura

Uma excursão ao Burundi deve começar por visitar a excelente cidade e capital do país, Bujumbura. Uma viagem ao Parque Nacional Rusizi pode ser a primeira coisa que você faz nesta área. Este local de Bujumbura é famoso pelo rio Rusizi, onde hipopótamos e crocodilos são a atração comum do corpo d'água. Como capital do país, Bujumbura também apresenta os melhores hotéis e parques temáticos do país.

Direções de condução:

  1. Siga para o sul na RN5 em direção à RN5.
  2. Continue na RN5. Pegue o Boulevard du 1er Novembre até a Ave. Ntahangwa em Bujumbura.
  3. Continue na Avenida Ntahangwa. Dirija até a Rue du Tanganyika.

Coisas para fazer

Se você deseja que sua estadia nesta área valha a pena, aqui está uma lista das atividades mais divertidas para fazer em Bujumbura.

1. Visite o Parque Nacional Rusizi

O Parque Nacional Rusizi é a atração perfeita para visitar se o seu interesse é apreciar a beleza da natureza e da vida selvagem. O parque é o local ideal para observar crocodilos e hipopótamos junto com sua família ou amigos.

2. Relaxe nos melhores hotéis da África

Se você tiver um grande orçamento durante o seu passeio no Burundi, passar algum tempo nos maiores hotéis de Bujumbura proporcionará o melhor lazer que você experimentará no país. Esses hotéis não são apenas lugares para você descansar, mas são ótimos locais para você fazer diferentes atividades.

Entre no parque de répteis da cidade

O Parque dos Répteis de Bujumbura abriga uma das mais diversas espécies de répteis do país. Você pode encontrar lagartos, cobras e crocodilianos neste santuário reptiliano. O parque também é famoso pelos dançarinos tradicionais africanos que farão você se juntar ao ritmo deles assim que começarem a dançar.

Terras Reais de Kiganda

Se você está interessado na história do Burundi, um passeio histórico no Kiganda Royal Grounds é a melhor atividade para você. Uma visita a este local pode ser uma oportunidade incrível de pisar nos diferentes santuários do Burundi que contêm todos os detalhes sobre a história do país. Outra coisa a fazer nesta área é desfrutar de um passeio real no terreno onde os antigos reis políticos foram inaugurados.

Direções de condução:

  1. Dirija pela Chaussee de L'Agriculture.
  2. Siga RN1 e RN2 para Murambi.
  3. Dirija até RP31 em Kiganda.

Coisas para fazer

Apaixone-se por este incrível ponto turístico fazendo as atividades recomendadas abaixo.

1. Tour Histórico do Burundi

O Kiganda Royal Grounds é uma atração única encontrada no Burundi que mostra o conhecimento sobre a rica história do país. Presente neste destino turístico está um terreno real onde os reis da nação já foram inaugurados.

2. Foto-op

A arquitetura que foi colocada no Kiganda Royal Grounds é algo pitoresco e digno de ser reconhecido como magnífico. Para comemorar sua aventura no Burundi com uma foto incrível, não deixe de fazer suas fotos com seus entes queridos neste lugar maravilhoso.

3. Compras com sua família e amigos

Como o parque ainda está localizado perto de Bujumbura, uma atividade que certamente completará seu dia enquanto estiver nesta área é fazer compras. Localizados perto dos jardins reais estão centros de artesanato e mercados de mercadorias em geral, onde você pode comprar suas lembranças exclusivas antes de voltar para o seu país.

Cachoeiras Karera

Após sua aventura histórica no Kiganda Royal Grounds, você pode dirigir até Rutanan e se preparar para se surpreender com as cachoeiras de Karera. Esta área do Burundi é um bom local para relaxar e nadar nesta magnífica massa de água. A área também abriga os “dançarinos de Agasimbo”, famosos por sua dança tradicional do Burundi, que você pode dançar enquanto tocam seus maravilhosos instrumentos.

Direções de condução:

  1. Siga para o norte na RP31.
  2. Conduza ligeiramente à esquerda.
  3. Vire à direita na RN2.
  4. Vire à direita e siga em frente para chegar ao seu destino.

Coisas para fazer

As Cataratas de Karera têm muitas atividades incríveis para oferecer às pessoas que desejam tornar sua experiência no Burundi mais agradável. Leia abaixo algumas das coisas populares que você pode fazer enquanto estiver nesta incrível atração.

1. Caminhada na Natureza nas proximidades das Cataratas

As cachoeiras de Karera são cercadas por florestas verdes exuberantes para você caminhar como parte de ver o incrível corpo de água. Caminhar no centro das árvores incríveis é uma boa maneira de relaxar e esquecer o estresse do trabalho ou de sua vida em geral.

2. Mergulhe nas Águas Claras das Cataratas

As Cataratas de Karera são famosas pelas águas cristalinas que correm ao longo de seu corpo. No final do trecho das cachoeiras há uma grande bacia onde a água se acumula e para os turistas tomarem um banho fresquinho para relaxar e descontrair.

3. Visite o infame rio Nilo

As cachoeiras de Karera são conhecidas por serem a fonte de água do rio Nilo. Como o rio fica perto da área das cachoeiras, você deve reservar bastante tempo para visitar o rio Nilo, pois é conhecido por seu significado bíblico.

Gitega

Gitega é considerada a segunda maior cidade do Burundi. Apesar de sua grande área de terra, esta cidade oferece algumas atrações para os turistas. No entanto, essas atrações são consideradas entre as melhores e mais interessantes do país. A cidade apresenta o Museu Nacional do país e a Catedral de Cristo Rei. A área também é um bom lugar para relaxar, pois é coberta pelos melhores hotéis que podem ser encontrados no país.

Direções de condução:

  1. De Rutanan, siga para nordeste e vire à direita na RN2.
  2. A 750 m, vire à esquerda e vire ligeiramente à direita.
  3. A 300 m, vire à esquerda na RN2 e siga em frente para chegar ao seu destino.

Coisas para fazer

1. Divirta-se nas charmosas feiras campestres localizadas na cidade

Se estiver com a sua família durante a sua estadia em Gitega, não deixe de visitar as pequenas feiras que marcam presença na cidade. Estes espaços são um local perfeito para desfrutar de passeios com os seus filhos acompanhantes e comer pipocas ou algodão doce enquanto jogam diferentes jogos.

2. Compre lembranças em brechós e mercados de pulgas

A cidade de Gitega é conhecida pelas pequenas lojas onde os turistas podem comprar suas lembranças para comemorar sua estadia no país de Burundi. Além de mercadorias em geral, você também pode desfrutar de algumas das comidas de rua que estão sendo vendidas na área.

3. Desfrute de cozinhas locais

Se você gosta de viagens gastronômicas, a cidade de Gitega é o destino perfeito para você. Nesta cidade encontram-se restaurantes onde pode desfrutar das melhores cozinhas tradicionais burundianas-africanas do país.

Nyanza-Lac

Se gosta de visitar praias, então Nyanza-Lac é o local ideal para si. É uma pequena cidade no sul do Burundi cuja principal atração é uma praia cercada por hotéis que possuem restaurantes e piscinas como acomodações. A área também é famosa por um lago que todos podem acessar e mergulhar.

Direções de condução:

  1. Dirija de RN16, RN8, RN11 e RN3 para Nyabutare.
  2. Na rotunda, entre na rota para RN3.
  3. Vire à direita e siga para o seu destino.

Visitar Nyanza-Lac oferece não apenas atividades divertidas, mas também belas atrações para ver como turista. Aqui está uma lista de coisas que você pode fazer enquanto estiver na área.

1. Nade nas praias incríveis da região

Localizado em Nyanza-Lac são praias de areia branca para você relaxar e desfrutar de um mergulho em suas águas cristalinas. Enquanto estiver nestas praias, você também pode praticar alguns dos esportes aquáticos que estão sendo promovidos na área por um preço barato.

2. Caminhe pela orla da praia

Depois de várias horas a dar um mergulho nas maravilhosas praias de Nyanza-Lac, pode terminar o seu dia simplesmente caminhando pela sua costa, enquanto desfruta da brisa fresca do mar e observa o perfeito pôr-do-sol alaranjado da região.

3. Aproveite a hospedagem nos melhores hotéis e restaurantes da região

Como um importante ponto turístico no Burundi, Nyanza-Lac abriga um grande número de hotéis e restaurantes para os turistas experimentarem. Você pode desfrutar de atividades que estão sendo oferecidas em hotéis ou comida de Burundi que está sendo servida em seus restaurantes incríveis.

Com essas muitas atrações na maravilhosa nação de Burundi, as pessoas realmente são rapidamente gravitadas para visitar o condado. Essas experiências podem estar na base de suas palmas com a ajuda de um IDP. Se você planeja dirigir no Burundi agora, pode, sem dúvida, garantir essa bolsa on-line com a orientação de nós, a Associação Internacional de Motoristas.

Obtenha sua Permissão Internacional para Dirigir em 2 horas

Aprovação instantânea

Válido por 1-3 anos

Transporte expresso mundial